X

Desvendando as conexões entre os episódios de Black Mirror

Você sabia que os episódios da antologia dividem o mesmo universo psicológico?

Por Carla Braga - 07 Nov 2016 às 11:58h

Black Mirror, antologia criada e roteirizada por Charlie Brooker para o canal britânico Channel 4 em 2011, serve como a The Twilight Zone da nossa geração – sempre evidenciando uma ficção especulativa sombria e satírica para a nossa sociedade. Após a exibição da segunda temporada no Reino Unido em 2013, a série foi comprada pela Netflix, culminando no lançamento do seu terceiro ano (leia nossa círitca aqui) no catálogo do serviço de streaming em 2016.

A chegada à Netflix trouxe muitos mais fãs para Black Mirror e, por consequência, as especulações acerca do seu universo futurístico apenas aumentaram. Apesar de ser uma antologia e narrar histórias diferentes a cada episódio, alguns dos seus elementos se repetem, a exemplo da sua temática, que sempre se volta para a relação da população com as mais diversas tecnologias. Mas outros elementos também estão correlacionados, como o próprio Brooker já indicou ao revelar que a série ocorre no mesmo “universo psicológico”.

Logo, os capítulos podem não acontecer de forma linearmente cronológica, mas obedecem uma certa lógica de tempo e espaço e estão, definitivamente, interligados em um universo amplo, mas comum. São essas conexões entre episódios que iremos investigar e listar logo abaixo!

Abi Khan em The Waldo Moment

No terceiro episódio da segunda temporada de Black Mirror, chamado The Waldo Moment, é possível ver Abi Khan (Jessica Brown) em um letreiro ao lado de uma propaganda de Waldo, relacionando o capítulo com Fifteen Million Merits – o segundo da primeira temporada –, em que Abi entra para o concurso Hot Shots, concebido nos formatos do X-Factor ou American Idol, que oferece aos seus participantes a chance de escapar do universo escravagista em que eles estão inseridos.

A vida do Primeiro Ministro só piorou desde o piloto da antologia

No piloto de Black Mirror, somos apresentados ao primeiro ministro Michael Callow e a sua infeliz sina com uma porca. O episódio faz críticas ferrenhas à hipocrisia do mundo político e sua trama acaba com a vida pessoal do ministro desmoronando enquanto a força política dele, aparentemente, eleva-se. Muito bem, pulando para a terceira temporada, no episódio Nosedive, é possível ler uma publicação do político nas redes sociais, em que ele revela ter sido expulso de um zoológico... Mais uma vez. Olha só:

Na mesma temporada, mas desta vez no terceiro capítulo, intitulado de Shut up and Dance, durante uma cena de um escândalo, um site de notícias relata que o ministro anunciou, oficialmente, o seu divórcio – parece que a esposa dele não conseguiu deixar o escândalo da porca para trás, né. Se liga:

Sea of Tranquility

A série de ficção científica Sea of Tranquility, que é descrita como o “faroeste lunático da HBO” e que aparece no episódio Nosedive, já tinha sido mencionada antes de Lacie Pound (Bryce Dallas Howard) pegar uma carona na van, que levava vários fãs para uma convenção da série. A menção ocorre no primeiro episódio de Black Mirror, o The National Anthem, quando um especialista em efeitos especiais, chamado para retirar o ministro digitalmente de uma gravação, menciona já ter trabalhado em Sea of Tranquility.

O vídeo game que Cooper testa foi lançado

Em Playtest – segundo episódio da terceira temporada de Black Mirror –, o turista Cooper (Wyatt Russell) precisa de dinheiro, então decide procurar algum bico em um aplicativo de empregos esquisitos. Ele acaba encontrando algo oferecido pela empresa de vídeo games SaitoGemu, de Shao Sato, vai até a sede da desenvolvedora testar um protótipo e receber por isso, mas acaba desaparecendo por lá. Em Hated in the Nation, sexto capítulo da terceira temporada, a polícia já começou a investigar o desaparecimento de Cooper. Olha só:

Mas a investigação não deu em nada, já que, também em Hated in the Nation, uma notícia anuncia o lançamento de um jogo de realidade virtual imersiva de Shou Sato no mesmo estilo do que o que Cooper testou. Suspeito, não?

Playtest

Ainda em Playtest, ocorrem três referências a outros capítulos da antologia. A maleta que contém um dos jogos testados por Cooper mostra a logo de um urso branco (mostrada inicialmente em White Bear, segundo capítulo do segundo ano da série) em uma espécie de código QR. Olha só:

Na capa de uma revista estrelada por Shou Sato, pode-se ver uma menção à empresa Granular – a companhia que cria as abelhas robóticas de Hated in The Nation, sexto episódio da nova temporada de Black Mirror. Se liga:

A atriz Hannah John-Kamen encarnou originalmente Selma, do episódio Fifteen Million Merits, mas voltou para trabalhar na antologia na pele de Sonja em Playtest. Não fica claro se ela vive a mesma mulher, que utiliza um outro nome agora, mas a conexão precisava ser mencionada aqui.

Os testes de gravidez

Em The Entire History of You, terceiro capítulo do primeiro ano da série, um teste de gravidez é usado, mas até aí tudo bem. Quando outro teste de gravidez aparece no seriado, no episódio Be Right Back, o primeiro do segundo ano, ele aparenta ser da mesma marca do anterior, com um design diferente, indicando uma diferença de anos entre os dois, mas com a mesma animação! Veja só:

Victoria ainda está presa no Urso Branco

Em Hated in The Nation (o último episódio do novo ano), ocorre uma manifestação no Twitter para que Victoria seja absolvida. Para quem anda esquecido, na história do capítulo White Bear (o segundo do segundo ano), ambientado em 2012, Victoria e seu namorado torturaram e assassinaram uma garotinha, que carregava um urso branco e que acabou se tornando o símbolo da busca pelo corpo da menina. Desde então, Victoria é mantida como principal atração do Parque Urso Branco. Se liga na menção:

Ainda no mesmo capítulo, uma notícia de um jornal televisivo informa que o recurso feito pelos advogados de Victoria foi revogado pela justiça. Olha só:

Hated in The Nation ainda faz outras duas menções à Victoria! Graças a uma pequena nota em um programa de TV do novo episódio, ficamos sabendo que Victoria tentou se suicidar em sua cela e a policial Blue (Faye Marsay) revela que deixou o departamento em que trabalhava depois de cuidar do caso de Iain Rannoch, o namorado de Victoria.

Além disso tudo, o especial de Natal, chamado White Christimas e que se passa uma década após a condenação de Victoria, revela que a justiça continua negando os pedidos de que a pena de Victoria seja reconsiderada – também através de notas em jornais televisivos!

Implantes de Men Against Fire são anunciados em Man Hated in The Nation

Enquanto Karin Parke (Kelly Macdonald) assiste à televisão, podemos ver o noticiário mencionar que o exército anunciou o Projeto MASS – uma referência ao quinto episódio da terceira temporada, o Men Against Fire, em que soldados usam implantes chamados MASS, que amentam suas realidades e os ajudam em operações de estratégia.