X

TOP 10 magos mais poderosos do entretenimento

Com o mundo mágico em alta, quem iria vencer em um duelo?

Por Rafael Sanzio - 07 Nov 2016 às 13:34h

Nesse mês de novembro os níveis de magia no cinema estão altos! Doutor Estranho (leia a nossa crítica aqui) começou com o pé direito e em breve voltaremos ao universo mágico criado por J.K. Rowling em Animais Fantásticos e Onde Habitam – dia 17 de novembro no Brasil para ser mais exato. E com tanta magia e feitiços pipocando nas telas do cinema, o Fique Ligado resolveu ter a difícil tarefa de elencar os magos/bruxos/feiticeiros mais poderosos do entretenimento.

Para não sermos injustos com os demais canais que não são tão megalomaníacos de poderes, como por exemplo a Marvel Comics, não vamos nos fixar em um mundo específico e no máximo pegando dois magos de cada universo. Ah, e para deixar bem mais polêmica essa lista, vamos elencar do menos forte ao mais poderoso entre eles.

1. John Constantine

O personagem criado por Alan Moore, Stephen Bissette e John Totleebn fez sua primeira aparição na revista Monstro do Pântano #37 (1985). Desde então sua importância foi crescendo, saindo da exclusividade da linha Vertigo e entrando no universo dos super-heróis da DC Comics – além de ter sido adaptado com sucesso para os cinemas e ganhar uma série não tão bem-sucedida na TV.

O anti-herói possui um vasto repertório de feitiços e itens mágicos que o caracteriza como um forte mago que luta contra as criaturas das trevas – demônios e outros bruxos inclusos. Mas a sua força também reside em sua lábia e negligência, geralmente tendo atitudes ousadas para conseguir ludibriar até mesmo dos demônios que inventaram a mentira.

2. Rumplestiltskin

Ou o Senhor das Trevas na mitologia criada na série Once Upon a Time. Pela trama, o personagem parece saber de tudo e ter ensinado magia para meio mundo de outros personagens. Seus acordos e barganhas são uma parte do que torna esse meio-vilão poderoso, mas seu conhecimento místico é grande – principalmente por ser o Senhor das Trevas.

O que o torna menos letal e menos poderoso são alguns detalhes. Se alguém possuir a Adaga do Senhor das Trevas, poderá comandá-lo. Além disso, suas barganhas podem se virar contra ele, e ele não está imune a feitiços conjurados contra ele – visto que Rumplestiltskin já foi capturado mais de uma vez.

3. Voldemort

Outro Lorde das Trevas na lista – pessoal bem prepotente, não é? Este é um dos maiores vilões criados pela escritora J.K. Rowling para seu universo de Harry Potter. Ele é até mesmo mais poderoso que Gellert Grindelwald, já que ao criar as Horcruxes ele se tornou praticamente imortal. Além disso, ele fez frente à Alvo Dumbledore e orquestrou o seu assassinato.

Mesmo não tendo o problema de ser controlado por uma adaga, esse Lorde das Trevas tem uma pedra no sapato chamada Harry Potter. Mesmo sendo muito poderoso e sacrificando sua humanidade para ganhar força, seu destino é ser derrotado por um pirralho... que usou um Expelliarmus.

4. Loki

Não o Deus Nórdico, apesar deste ser também ser versátil nas artes das trevas, mas o “alienígena” da Marvel Comics. Não só de trapaças e transfigurações vive o vilão, e ele tem um vasto conhecimento em ocultismo e magia negra. É comum acreditar que um feiticeiro só dependa de sua magia, mas Loki possui a resistência e força física sobre-humana conhecida dos Asgardianos.

Quem subestima Loki acaba se dando mal, já que ele é responsável por uma boa quantidade de eventos da Marvel Comics, e sua sabedoria nas artes arcanas é maior que a do Doutor Destino e Loki quase derrotou Doutor Estranho, ambos em forma astral, em um combate direto de feitiços.

5. Alvo Dumbledore

Outro bruxo do universo de Harry Potter, foi mentor de vários personagens e possuía uma sabedoria ímpar – que geralmente deixava Harry confuso em todos os livros. Ele sem dúvida foi o bruxo mais poderoso daquele universo, sendo dono da Varinha das Varinhas e possuir um grande conhecimento de magia e do mundo mágico.

Ele só não derrotou Voldemort porque ele não teve tempo e não estava ficando mais novo, além de ter sido imprudente ao destruir uma das Horcruxes do vilão. Mas mesmo assim foi inteligente o suficiente para arquitetar o plano de sua morte, preparar Harry Potter para o que estava por vir e conseguir vencer o Lorde das Trevas por tabela.

6. Senhor Destino

O personagem da DC Comics, Doctor Fate, que para não ser confundido com o vilão da Marvel é chamado de Sr. Ele é o herói que fundou a Sociedade da Justiça e todos seus poderes provém de habilidades místicas. Contudo, quem concede esses poderes é a entidade, na verdade a personalidade, do Lorde da Ordem de Nabu e que reside no Elmo Dourado.

E esses poderes concedem ao usuário a capacidade de realizar feitiços inimagináveis e com vários níveis de poder. A problemática é que a pessoa que usa o Elmo Dourado, se não tiver grande força de vontade, será dominado pela personalidade de Nabu com o passar do tempo. Além disso, o usuário pode ser alvo de alguma magia de controle mental ou, por se tratar de um artefato, o Elmo Dourado pode ser alvo de ataques antimagia.

7. Elminster Aumar

Quem já jogou RPG medieval e pôs as mãos nos livros de Forgotten Realms conhece um dos maiores, senão maior, mago de Faêrun. Criado por Ed Greenwood, Elminster entra na categoria de magos sábios e com aparência velha – apesar de facilmente mudar sua aparência e com seus dotes artísticos interpretar qualquer estereótipo que ele queira.

O Sábio de Shadowdale tem cerca de 1150 anos e foi treinado pela própria deusa da magia, Mystra – apesar dele não saber na época do seu treinamento. Ele é um de seus Escolhidos e treinou tantos outros. Seu nível de poder é tanto que grandes problemas no mundo as vezes não requerem sua atenção e ele geralmente encaminha heróis épicos para fazer o serviço.

8. Gandalf, o Branco

Com certeza Gandalf, o Cinzento, não estaria nessa posição. O personagem criado por J.R.R. Tolkien é um Istari, seres de grande poder, descendentes do grande Aman, agindo como protetores e conselheiros dos habitantes da Terra-Média. Após morrer na batalha contra o Balrog, ele renasceu e voltou como Gandalf, o Branco, líder dos Istari.

O nível de poder dele é desconhecido após esse retorno, mas agindo de forma bastante presente nas batalhas e capaz de grandes feitos. É por isso que ele está aqui, já que podemos imaginar que se ele entrasse em combate direto com os demais da lista ele seria capaz de ver através de ilusões, ter voz de comando para intimidar outros magos e até mesmo despojá-los de seus poderes, como aconteceu ao quebrar o cajado de Saruman.

9. Doutor Estranho

Ninguém ganha o título de Mago Supremo à toa. O personagem da Marvel Comics, criado por Steve Ditko e Stan Lee, e que hoje possui um arcabouço bem maior de habilidades místicas, é um notável mago. Detentor de diversos itens mágicos e feitiços para dezenas de possibilidades, ele faria frente aos diversos magos da lista e possui o vigor para longos duelos.

Ele ainda pode ser enganado e capturado, mas geralmente seus conhecimentos místicos o salvaram de várias enrascadas. Mas devo admitir que a competição foi bem acirrada entre Elminster, Gandalf e Estranho pela nona posição. O que ajudou o Doutor Estranho a chegar aqui foi o fato de já ter enfrentado entidades tão ou mais poderosas que Sauron e saiu vitorioso.

10. Merlin

Apesar de possuir versões menos mágicas tanto nos cinemas como na literatura, e sua própria origem ser não mais que um profeta, os autores seguintes rechearam a mitologia do mago Merlin tornando-o o mago mais poderoso do entretenimento. Principalmente pelo fato de vários magos terem como base o Merlin, além de vários universos voltados para a magia, de alguma forma, possuem um tipo de Merlin ou o próprio Merlin em sua história. Com esse status tão grande, o mago da lenda do Rei Arthur não poderia ficar em nenhuma outra posição.