X

O que o filme Pânico nos ensinou nesses 20 anos?

Thriller de terror explorou vários clichês do gênero

Por Rafael Sanzio - 21 Dez 2016 às 16:38h

Uau, 20 anos! O filme Pânico estreou no dia 20 de dezembro nos EUA em 1996 e, fora o atestado de velhice para muitos como eu, a produção dirigida por Wes Craven e criada por Kevin Williamson explorou bastante os clichês do gênero de terror com assassino serial que tem como alvo jovens adolescente. A franquia foi longe e ganhou uma série de TV em 2015. Em homenagem a esse clássico, enumeramos as várias lições que o filme nos deixou para enfrentarmos um assassino serial – ou os erros que jamais devemos cometer!

Essas dicas são baseadas em um cenário onde um assassino serial está aterrorizando a cidadezinha onde você está – porque se você for a primeira vítima, desculpe, você provavelmente vai fazer algumas dessas coisas porque senão vai parecer uma pessoa paranoica.

1. Se escutar um barulho estranho na calada da noite, não vá investigar

Gente, sério, se um barulho tipicamente alto e muito estranho vir de algum cômodo da casa, desconfie extremamente dele – mas não vá até lá! Arme-se com alguma coisa e ligue para polícia. A casa é sua então é melhor você decidir seu local de batalha. Fique no canto, onde não tenha nenhum armário e você tenha a visão total do cômodo onde você está.

2. Não deixe seus pais viajarem ou vá junto

Por mais que eles acreditem que seja um caso isolado ou você está devidamente protegido, não importa, não fique sozinho em casa! Vá com eles se possível, faça um escândalo, mas não deixe eles irem sem você – só que, por precaução, verifique se tem alguém na mala do carro ou no banco de trás.

3. Não dê trela para assassino no telefone

Quando você receber um telefonema esquisito, desligue e ligue para a polícia, já para deixar o pessoal ciente da situação. Se por acaso no processo seu telefone for cortado, bem, celulares estão aí para isso.

4. Você não é a mulher de Jurassic World

Essa é uma dica para as garotas que gostam de usar salto alto. Se você for perseguida por um assassino serial, pode ter certeza que esse salto irá quebrar ou prender em algum buraco – há quem consiga correr sem precisar de efeitos especiais como a Bryce Dallas Howard. Portanto, em tempos de assassino à solta, ou use tênis ou tire imediatamente os saltos quando alguma coisa esquisita acontecer.

5. Ao encontrar um policial, continue atento ao seu redor

A polícia está aí para nos servir e proteger, mas tente não baixar a guarda quando encontrar um. Geralmente quando você presta atenção no policial e nele em você, é nesse momento que o assassino vem sorrateiramente por trás do policial e lá se foi a salvação. Portanto, ao encontrar um policial, fique calmo e explique que escapou de um assassino e ele está logo atrás de você.

6. Investigue o passado do seu pretenso namorado

Por mais carente que você esteja, não se deixe levar pelas declarações de amor – principalmente se seu pretenso namorado tiver um amigo meio doidão. Investigue o passado dele e qualquer menção a clínica psiquiátrica ou morte trágica de parentes próximos, bem, corte logo relações com ele. O problema é que se ele não era um assassino psicopata, ele pode se tornar um depois do coração ser partido dessa forma.

7. Não seja a Rainha e o Rei do baile

Você é bonito e boa pinta? Se sua cidadezinha está sendo aterrorizada por um assassino serial e jovens estudantes, com certeza você não vai querer ser o centro das atenções nesse momento, porque centro das atenções são ótimos para servir de exemplo.

8. Se o assassino foi nocauteado, tire a máscara dele, ele não é o Batman

É difícil realmente em algumas situações matar alguém, portanto, se por acaso o assassino serial foi nocauteado, resista ao primeiro impulso de fugir, verifique se ele está segurando alguma arma, se não estiver, remova de forma rápida a máscara dele! Mesmo se ele acordar, não vai dar tempo de ele impedir a revelação – se for tirar devagarzinho, lógico que ele vai acordar e dar um baita susto em você. Ah! E se por acaso você fugir e mudar de ideia no meio do caminho e querer voltar para tirar a máscara, não faça isso, com certeza ele já desapareceu e vai te esfaquear quando você ficar surpresa por ele não estar mais lá.

9. Isso não é videogame, você não pode comprar arma toda hora

Digo isso porque tem gente que ao atirar no assassino e achar que ele está morto, geralmente, a pessoa larga a bendita arma no chão. Porque?! Às vezes ela ainda está lá com munição e você solta ela – é até perigoso, sabia? O Segredo da Cabana até explicou isso, mas na vida real não tem choquinho para fazer você soltar a única defesa contra o assassino serial.

10. Tenha certeza que ele está morto

Isso a franquia Pânico ensinou muito bem depois do primeiro filme. A protagonista sempre está preparada para o retorno do assassino serial, mesmo depois do mesmo levar um monte de tiro. Na dúvida, atire na cabeça!

Se você não entende porque existem esses tipos de clichês, fizemos um especial bacana de Dia das Bruxas, perguntando a uma psicóloga porque os personagens tomam certas atitudes em filmes. Clique aqui e confira o artigo.