X

Saiba quais são os games mais esperados de 2017

Videogames e boardgames prometem abocanhar sua carteira

Por Rafael Sanzio - 28 Dez 2016 às 11:26h

O ano de 2017 promete para o mundo dos videogames e boardgames! O retorno de algumas franquias está deixando fãs ansiosos e todas as plataformas estão com um lançamento especial para seus jogadores – alguns deles aguardados há muito tempo. Quanto aos jogos de tabuleiro, as editoras nacionais estão investindo cada vez mais no mercado, trazendo lançamentos quase simultâneos para nossa alegria! Confira nossa lista especial para você já ir economizando:

Videogames

1. Mass Effect: Andromeda

Previsto para o início do ano, o game da BioWare é o quarto jogo da franquia Mass Effect – só que ocorre num lugar muito distante e muito tempo depois dos eventos da trilogia original. Considerado pelos desenvolvedores do jogo como o maior que eles já fizeram em termos de conteúdo.

Plataformas: PlayStation 4, Xbox One e PC.

2. Resident Evil: Biohazard

Como não estar ansioso pelo retorno do terror no novo jogo da franquia da Capcom? A trama, por incrível que pareça, terá ligações com a franquia principal e pela primeira vez, na franquia principal, a perspectiva será em primeira pessoa. A trama envolverá Ethan, um homem sem habilidades especiais que busca por sua esposa desaparecida em uma mansão rural abandonada nos EUA. O jogo para o PlayStation 4 terá suporte total para o PlayStation VR – o que promete destruir várias decorações na sua casa.

Plataformas: PlayStation 4, Xbox One e PC.

3. The Legend of Zelda: Breath of The Wild

Anunciado em 2013 para o Wii U (dois meses após o lançamento do console da Nintendo), previsto para 2015 e sofreu um atraso de dois anos. Agora, gameplays, vídeos e imagens mostram o potencial do jogo com um mundo aberto e visual incrível.

Plataformas: Wii U e Nintendo Switch.

4. Red Dead Redemption 2

Sequência do aclamado Red Dead Redemption, a Rockstar Games retorna com o seu “GTA” no Velho Oeste dos EUA. Aparentemente não será nos tempos da gangue de John Marston, mas a desenvolvedora prometeu uma experiência multiplayer diferenciada para esse novo jogo.

Plataformas: PlayStation 4 e Xbox One.

5. Horizon Zero Dawn

O jogo da Guerrilla Games possui um visual belíssimo com uma premissa interessante. Um RPG de ação em um futuro distante no tempo das “cavernas”. A protagonista é Aloy, uma talentosa caçadora que descobrirá como o mundo civilizado se tornou essa arena de criaturas mecanizadas animalescas. Lançamento previsto para 28 de fevereiro.

Plataforma: PlayStation 4.

6. Sea of Thieves

Porque também podemos esperar por jogos descontraídos e descompromissados! Um jogo da Rare sobre pirataria em um multiplayer épico, viajando para ilhas desertas ou amaldiçoadas, formar sua própria tripulação, atacar piratas rivais por terra, por mar e por navio.

Plataforma: Xbox One e Windows 10.

Boardgames

1. Mansions of Madness: Segunda Edição

Previsto para esse ano ainda, mas devido a atrasos foi repassado para o primeiro trimestre de 2017. O jogo da Fantasy Flight traz de volta o jogo de tabuleiro de Nikki Valens, agora totalmente cooperativo graças ao uso de um aplicativo (anteriormente um dos jogadores deveria assumir o papel de Overlord). De 1 a 5 jogadores, o jogo dá várias opções de personagens e de histórias, contendo também uma forma de adaptar componentes e personagens da primeira edição. À medida que os jogadores avançam, o aplicativo orienta como deve ser distribuído o cenário, que personagens aparecem, como os inimigos agem e que tipo de quebra-cabeças você deve solucionar.

Editora: Galápagos Jogos.

2. Great Western Trail

O elogiado jogo de Alexander Pfister coloca os jogadores no controle de vaqueiros rivais nos EUA do século 19, levando seu gado para ser enviado por trem e receber os lucros por isso. O caminho possui algumas armadilhas e você deve administrar bem seu trabalho, contratando as pessoas certas para melhor conduzir você para a vitória. Jogo de 2 a 4 jogadores.

Editora: Conclave

3. Le Havre

Anunciado pela editora que confirmou o lançamento para abril de 2017, esta edição já virá com as expansões inclusas. Um jogo do famoso desginer Uwe Rosenberg, a ambientação é em um porto da França, onde os jogadores precisam se preocupar em construir embarcações, comprar matéria-prima, vender produtos, pagar os empréstimos feitos no banco e alimentar seus trabalhadores. Cada opção é interessante, o que faz queimar a cuca de qual é a melhor opção durante o seu turno. De 1 a 5 jogadores.

Editora: Ludofy

4. Scythe

Um dos maiores hypes do ano já está em pré-venda com sua edição de colecionador, mas a previsão é de estar por aqui em 2017. O jogo se passa em um 1920 alternativo, onde grandes maquinários impõem medo ou respeito em seus habitantes. Os jogadores representam países que possuem suas próprias habilidades e forças, tentando dominar a região de várias formas diferentes – quem conseguir alocar todas as suas estrelas nos objetivos decreta o fim da partida e inicia-se a contagem de pontos. Scythe foi desenvolvido por Jamey Stegmaier e uma arte excepcional de Jakub Rozalski. De 2 a 5 jogadores.

Editora: Fire on Board

5. Spartacus: A Game of Blood & Treachery

De Aaron Dill, John Kovaleski e Sean Sweigart, este jogo de tabuleiro adapta o mundo de traição e gladiadores da série de TV Spartacus. Cada jogador assume a liderança de uma das grandes Casas de Roma – ou quer ser uma das grandes – e deve usar todo seu carisma, punhais, e violência para fazer frente aos seus adversários. Participando de leilões dos futuros gladiadores, bem como trair seus pares com movimentos vis. A editora nacional que trará o jogo está fazendo uma tradução localizada, portanto, uma linguagem bem pesada está por vir! De 3 a 4 jogadores.

Editora: Kronos Games

6. A Feast for Odin

Apesar de não estar 100% confirmado, a empresa nacional já demonstrou várias vezes e quase explicitamente que irá trazer o mais recente jogo de Uwe Rosenberg. Com uma temática viking – porque os jogos de tabuleiro passam por fases, e agora é viking – o jogo tem a mesma sensação de outros jogos do designer, só há diferentes mecanismos a serem empregados. O tabuleiro central lhe dá dezenas de opções para fazer, todas elas envolvendo uma maneira para você cobrir os pontos negativos do seu próprio tabuleiro. Cercando determinados locais você pode ganhar recursos, ou cobrindo os lucros iniciais você aumenta a quantidade de dinheiro que recebe ao longo do jogo. De 1 a 4 jogadores, um ótimo jogo que lhe dá várias opções e formas de ganhar e com críticas positivas.

Editora: FunBox Jogos