X

Top 12 filmes mais violentos com super-heróis

Sangue e morte não é algo tão inédito para o gênero

Por Rafael Sanzio - 09 Mar 2017 às 11:33h

O filme Logan (leia a nossa crítica aqui) possui uma dualidade e pode ser tanto considerado como um filme de super-herói como pode não ser um filme de super-herói, mas a certeza que temos é que o longa-metragem que conta a história do futuro de Wolverine é violento. Antes dele tivemos o Deadpool, que também não teve pudor em mostrar a violência de forma corriqueira e com algumas pitadas de sexo e xingamentos.

Contudo, essa evidência em relação a filmes de super-heróis violentos só aconteceu porque esses dois personagens são bem mais famosos para o público que não está acostumado com quadrinhos. Outros filmes de super-heróis, ou vigilantes, já abordaram a violência anteriormente. Fique aqui com o TOP 10 filmes de super-heróis (ou vigilantes uniformizados) mais violentos do cinema.

12. V de Vingança (2005)

O clima de repressão do filme deixa as emoções à flor da pele e a cena de tortura psicológica da personagem Evey traz impacto. Contudo, os efeitos especiais deixam a desejar e o sangue fica falso demais, mesmo que seus golpes sejam mais explícitos.

11. Constantine (2005)

Sim, a maioria dos efeitos especiais deixa o filme bem artificial, mas ele consegue ficar nessa posição por ter uma temática sombria e a cena do suicídio do herói é bem marcante.

10. Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008)

Graças ao Coringa o segundo filme de Christopher Nolan está nesta lista. De certa forma ele é violento, mas muito mais na sugestão do que visualmente. Temos um truque de mágica com um lápis, um homem bomba no sentido literal, um gangster tendo sua boca cortada e um homem sendo queimado vivo em uma pilha de dinheiro. Tudo isso sugestionado, mas se pensar direito no assunto, é desconcertante a violência aplicada na história.

9. Darkman (1990)

Liam Neeson já viveu praticamente um super-herói nesse filme e o tom sombrio foi dirigido por Sam Raimi – que tinha em seu currículo Uma Noite Alucinante 1 e 2. Com isso, tivemos uma história bem violenta de um homem que foi desfigurado e queimado vivo, e após sobreviver não podia mais sentir dor. A vantagem que ele tem sobre o filme do Batman é que a maquiagem do rosto envolvia muito mais prótese do que que o CGI do Duas Caras, portanto, mais grotesco de se ver.

8. Watchmen (2009)

A adaptação da obra de Alan Moore trouxe vários elementos de sua trama para a telona, entre eles a violência dos tempos dos vigilantes uniformizados. Temos muitas lutas com ossos quebrados e explosões de carne graças ao Dr. Manhattan.

7. Blade (1998)

Para quem não sabia Blade é um personagem da Marvel e sua adaptação para os cinemas como o caçador de vampiros teve a liberdade da violência do final da década de 90 com o sangue gratuito dos filmes de terror com vampiros. A prata transformando os vampiros em cinzas deu uma aliviada nas coisas, mas a tortura da vampira gorda foi bem impactante na época.

6. Dredd: O Juiz do Apocalipse (2012)

Ele não é um vigilante nem um super-herói, mas merece estar entre os filmes mais violentos do gênero – Batman não tem superpoderes, mas ainda é classificado como super-herói. Enfim, o filme também tem suas limitações de efeitos especiais, mas há cenas específicas bem violentas, como a bala quente, e um golpe que esmaga o pescoço.

5. O Corvo (1994)

O tema do filme é bastante pesado, com estupro e assassinato movendo o herói sobrenatural em busca de vingança. Ao contrário de Darkman, Corvo sente dor, mas se regenera e de forma masoquista se aproveita disso para colocar medo nos seus inimigos. O clima era tão violento que o ator Brandon Lee morreu durante as filmagens, vítima de uma arma carregada com bala de verdade.

4. O Justiceiro: Em Zona de Guerra (2008)

Outro personagem da Marvel que já conhecia a violência. Diferente dos seus outros filmes, esse sim abraça a violência – até mesmo exagerada – para mostrar que o vigilante não está para brincadeira. Há muitas cabeças explodidas, facas na cara e até mesmo uma perfuração de corpo com o próprio osso da vítima.

3. Deadpool (2016)

Medalha de bronze para ele? O cara que colocou de volta no mapa os filmes violentos com pessoas de collant? Exato. Deadpool trouxe toda temática subversiva adulta que um filme de super-herói comum não deveria ter e ele merece estar no pódio por isso – e também pelas várias mortes sem pudor, luta de ossos quebrados com Colossus e mãozinha regenerando.

2. Kick-Ass (2010)

É impressionante como o filme é violento, principal por se tratar de pessoas “comuns” inventando de serem vigilantes mascarados. Então temos várias tentativas de ser herói dando errado, culminando em espancamentos, facadas, atropelamentos, etc. Fora aqueles que realmente fazem um bom trabalho, fatiando bandidos, explodindo mafiosos e, infelizmente, quando dá errado, sendo queimados vivos. Muitas cenas violentas são por mérito da personagem Hit Girl.

1. Logan (2017)

Sério, não é babação. Com a qualidade dos efeitos especiais de hoje em dia o resultado de um filme violento com ação sem censura é impressionante. Membros cortados e cabeças arrancadas possuem um peso e impacto quando acontecem – em Kick-Ass ainda temos essa limitação dos efeitos.