X

Os 6 derivados do universo Homem-Aranha que a Sony pode fazer

Estúdio teve a brilhante ideia de explorar o universo do herói sem ele

Por Rafael Sanzio - 29 Mar 2017 às 16:34h

Todo mundo comemorou quando foi anunciado a parceria entre a Sony e a Marvel Studios para trazer o Homem-Aranha para o universo cinematográfico da Marvel. O resultado foi bem positivo com a participação de Peter Parker (Tom Holland) em Capitão América: Guerra Civil. Depois, já estava certo Homem-Aranha: De Volta ao Lar – contando com a participação de Tony Stark (Robert Downey Jr.) e aparentemente, dependendo do sucesso, a parceria continua para sequências.

Contudo, a Sony não quer ficar quieta deixando quem entende de adaptação de quadrinhos trabalhar, e a notícia é que o estúdio já começou a organizar os projetos para levar filmes derivados do universo do Homem-Aranha, mas sem ter nada a ver com o universo cinematográfico Marvel, e provavelmente, sem a participação do Peter Parker de Tom Holland.

Ou seja, veremos vilões conhecidos e heróis também do universo do Homem-Aranha, mas independentes do que está sendo criado pela Marvel Studios. As chances de isso não dar certo são grandes e a probabilidade de causar confusão também, já que, se nos próximos filmes a Marvel resolver trazer o Venom? Teremos então duas versões cinematográficas do personagem rolando ao mesmo tempo? Bem, fizemos uma pequena lista de possibilidades para esses derivados, elencando os já confirmados, rumores e nossa próprias especulações!

1. Venom

O que a princípio causou extremo receio, agora parece ter um pouco de esperança. Já que temos notícias que o filme terá censura 18 anos e foi classificado como terror. A data de estreia foi anunciada para 5 de novembro de 2018.

Os produtores tomaram ao menos a decisão mais coerente para que um filme do vilão desse certo, colocando ele como um monstro em um filme com censura para maiores – sempre deveremos agradecer aos filmes Deadpool e Logan. A perspectiva não era das melhores pois, se tivesse uma censura menor, o filme correria um sério risco de transformar a criatura alienígena comedora de pessoas em um heroico personagem incompreendido – o sininho Esquadrão Suicida está tocando por aí?

Portanto, terror e censura alta nos coloca no caminho de um Alien – O Oitavo Passageiro ou O Enigma de Outro Mundo. Seria uma plot twist incrível se o filme Vida fosse mesmo um prelúdio do filme do Venom, mas um dos produtores negou a teoria dos fãs.

Uma abordagem interessante seria um filme sombrio onde o hospedeiro, talvez Eddie Brock, sofresse com a sua mudança de personalidade, enquanto Nova York começasse a relatar casos cada vez mais sanguinários de mortes brutais de criminosos – sim, porque Venom possuía um senso de justiça um pouco distorcido. Em particular sobre a mudança de personalidade, nada de virar um Emo, e sim uma pessoa mais confiante, agressiva, arrogante e perigosa. Um conto mais fantasioso para a mitologia do lobisomem.

A dúvida fica se o gênero terror será completo, com Venom como o protagonista monstro, ou haverá um pouco de super-herói na fórmula, colocando um vilão na jogada – onde o Carnificina se encaixaria completamente, para mostrar o que aconteceria se o parasita alienígena encontrasse alguém realmente ruim para possuir. Talvez com isso criasse uma questão de moralidade mais eficiente e trágica, com Brock percebendo que precisa estar unido a Venom, porque nunca se sabe que tipo de pessoa poderia ser sua próxima vítima.

2. Gata Negra e Sabre de Prata

Outro filme confirmado pela Sony e que está em desenvolvimento é um estrelado pela Gata Negra e Sabre de Prata. A produção tende a seguir a ideia do estúdio de ter um filme focado nas personagens femininas do universo do Homem-Aranha, mas ainda assim, é muito estranho ter isso sem estar no universo do personagem.

A Gata Negra é bem conhecida, sendo praticamente a Mulher-Gato da Marvel. Uma ladra chamada Felicia Hardy que acaba se envolvendo romanticamente com o Homem-Aranha, por sinal, estando mais interessada no herói do que realmente em Peter Parker. Para não ficar atrás do namorado, ela busca por poderes e acaba adquirindo um superpoder após ser enganada pelo Rei do Crime. Agora, ela dá azar para quem ela toca ou quem convive muito tempo com ela.

Já a Sabre de Prata é uma mercenária que comanda uma empresa que caça criminosos de guerra. Nas HQs e desenhos, por mais que ela estivesse atrás de criminosos, seus métodos quase sempre não envolviam evitar danos colaterais e vez ou outra o Homem-Aranha ficava no caminho da personagem.

De certa forma, ainda estamos aguardando um filme de super-heróis protagonizado por personagens femininas, mas uma abordagem fora do universo do herói pode resultar em algo parecido com aquele filme horroroso da Mulher-Gato estrelado por Halle Berry. O que dá para pescar pelo perfil das personagens é que Sabre de Prata precisará de uma ajuda diferenciada por parte da Gata Negra e as duas vão aprender estilos diferentes de lidar com as situações perigosas ao conviver entre si.

3. Miles Morales

Como diria as mulheres dothraki, “é sabido”, que a Sony está desenvolvendo um longa animado com o personagem. Mas ele por si só seria um trunfo para o estúdio que quer ganhar às custas do Homem-Aranha sem precisar dividir nada com a Marvel Studios. Ou seja, esse plano em usar os personagens do universo do Homem-Aranha sem o herói é na verdade sem Peter Parker, e sim, com Miles Morales sendo o protagonista.

O personagem surgiu na onda Ultimates da Marvel Comics, herdando o manto do falecido Homem-Aranha Ultimate. Ele é um adolescente negro que adquiriu os mesmos poderes de Parker ao ser picado por uma aranha geneticamente modificada criada por Norman Osborn.

Se eles estão pensando em algo do tipo, teremos uma inversão acontecendo, com a história dos vilões e possíveis aliados sendo contados primeiro para depois termos a criação do protagonista – principalmente porque o Aranha da Marvel Studios também é um adolescente e isso seria confuso, já vai ser confuso ao ter dois heróis com o mesmo estilo de poderes. Por isso que a Sony provavelmente só virá com essa ideia depois que a parceria com a Marvel acabar, e até lá, ela já criou o universo derivado para a chegada de Morales.

4. Sexteto Sinistro

O filme que a Sony está tentando pôr para frente há muito tempo, desde a época do Espetacular Homem-Aranha. Até então, ninguém pensava que iria dar certo – até hoje muitos ainda pensam assim – mas os executivos da Sony devem ter ficado irados com o sucesso de Esquadrão Suicida. Visto que a ideia seria algo semelhante, com os vilões em destaque para fazer algo.

Só que o Sexteto nos quadrinhos foi criado por Doutor Octopus para finalmente derrotar o Homem-Aranha, se o cabeça de teia não estará nesses derivados, teremos apenas uma história sobre vilões? E agora que já saiu algo assim nos filmes da DC Comics, será que eles continuarão com a mesma pegada?

Esse filme não tem como funcionar se os personagens envolvidos, Doutor Octopus, Kraven, Homem-Areia, Electro, Mistério e Abutre não ganharem um novo tipo de origem. O medo está em fazer algo mais teen, com um grupo de amigos gênios que acabam desenvolvendo tecnologias que permite que cada um possa ter as habilidades parecidas com seus respectivos vilões dos quadrinhos.

5. Spider-Gwen

Outra possibilidade, seguindo a ideia do afastamento apenas do Homem-Aranha Peter Parker, é termos a Spider-Gwen. A personagem vive na realidade alternativa onde, ao invés de Peter Parker ter sido picado pela aranha, foi Gwen Stacy que recebeu os poderes durante o acidente.

A personagem é bastante popular nos quadrinhos e pode mesmo ser uma boa alternativa, partindo para algo diferente, com conflitos de adolescentes na perspectiva feminina. E só uma realidade alternativa para dar sentido ao que a Sony quer fazer com os personagens do Aranha.

6. J.J. Jameson

Esse eu só estou tirando onda mesmo, porque fazer um filme de investigação jornalística focado no Clarim Diário é um sinal de desespero tão grande que eu não imagino que a Sony seria capaz de fazer algo assim. Apesar de que, a graphic novel Marvels trouxe algo interessante com uma premissa parecida, focada na vida comum de um jornalista que está exposto a esse universo dos super-heróis.

Qual será realmente o plano?

Ok, vamos imaginar que a Sony não está realmente desesperada por dinheiro. Qual seria a intenção dela? Criar uma base já conhecida de personagens para o retorno do Homem-Aranha oficial para apenas a Sony ou outro herói? Pode ser que eles estejam planejando criar um universo cinematográfico dos derivados do Homem-Aranha!

Ou seja, os filmes do Venom e da Gata Negra junto com a Sabre de Prata podem ocorrer no mesmo universo, mesmo que não aja um Homem-Aranha. E os crossovers começarem desse ponto entre os personagens secundários virando protagonistas. Sim, ainda é uma ideia propensa ao erro e fracasso, mas ao menos filmes individuais não teriam um resultado tão lucrativo quanto uma franquia.

Mas quem acha que ainda é uma péssima ideia?